O que é a Terapia Bowen?

Desenvolvida com base no trabalho realizado na década de 1950 por Thomas Bowen (1916-1982), a Terapia Bowen consiste na aplicação de movimentos suaves e precisos de cruzamento de fibras, sobre os músculos, fáscia, tendões, nervos e ligamentos, intercalados por relevantes pausas entre cada série de movimentos, que fornecem ao corpo tempo para processar e integrar os estímulos.

A Terapia Bowen é uma terapia não invasiva, holística, que olha o corpo como um todo, não se focando apenas na condição. Esta natureza suave e holística da Terapia Bowen pode às vezes dificultar a sua explicação.

O cérebro emite milhares de sinais por segundo e, por sua vez, recebe informações do corpo, num circuito circular. Numa breve explicação, acredita-se que a Terapia Bowen, devido à forma como os movimentos são aplicados e aos intervalos regulares entre cada sequência, interfere nos sinais para o cérebro, criando todo um novo conjunto de variáveis para este examinar. Assim que o cérebro começa a reordenar os sinais, é também capaz de receber e interpretar informações vindas de outras áreas do corpo, aparentemente não relacionadas àquelas onde estão sendo aplicados os movimentos. Assim se explica a forma como a Terapia Bowen é capaz de tratar situações das quais o paciente pode não estar ciente, e demonstra a sua forte componente holística.

Outro motivo forte está no facto de que funciona ativando o fluxo de água por todo o corpo. A água é a força vital que se movimenta por entre os delicados tecidos conjuntivos, e sem um fluxo livre e contínuo ajustado dessa vitalidade por todo o corpo, a pessoa pode sofrer de diversas alterações no seu bem-estar.

A Terapia Bowen estimula assim o fluxo de energia através da fáscia, estimula os neurorrecetores na pele, músculos e articulações, e atua sobre o sistema nervoso autónomo, levando o corpo a tratar-se a si próprio.

Artigo publicado por

Do seu interesse
Blog

Artigos relacionados

Menu